Venha pra ficar!

Se não nos conhecemos, vamos nos conhecer. Vamos pensar, vamos começar: sejam todas(os) bem vindas (os)!!

sábado, 2 de julho de 2011

O interesse...ou desinteresse?




Após a discussão na ultima aula parei pra pensar um pouco sobre o discurso brasileiro apresentado por nossas redes de TV. A GRANDE MAIORIA DELAS, principalmente a Rede Globo, veicula ideias que demonstram o atraso brasileiro relacionado à discussao das novas tecnologias. O interesse na informação e no conhecimento é deixado de lado, apenas o lado mercadologico da tv digital é veiculado. Imagens e som com alta definição são as unicas informações contidas na pauta do video. Mais uma vez isso demonstra como nossos meiso de ocmunicação são utilizados para fortalecer o poder daqueles que os possuem nas mãos e como nossos politicos são submissos a esses.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Conhecimento + imersão = fórmula do sucesso digital?

Muitos acreditam que basta ter um computador em mãos e estará realizada a revolução digital na vida de uma pessoa. Entretanto, este é um equívoco. Para conhecer a lógica das novas tecnologias é necessário que o contato constante entre o sujeito e a máquina seja uma prática cotidiana. As diversas mudanças que acontecem no Ciberespaço exigem que a interação entre ambos seja constante. Para que uma prática de aprendizagem significativa seja efetivada é importante que as pessoas estejam conscientes não apenas da importância da utilização das novas tecnologias na sociedade, mas que também possuam uma consciencia critica perante os conteudos e tecnicas que utilizam em meio as maquinas, certos de que a comunicaçao é a fonte de construçao de ocnhecimento que esta realidade melhor apresenta.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

TENOLOGIA EDUCACIONAL



Hoje na aula eu e Janine (uma companheira de trocas e "experiencias tecnológicas) debatemos sobre uma das Frases Calvinianas , do site deposito do calvin nele as frases do personagem Calvin são socializadas e os fãs da tira podem se divertir com suas estórias Uma das que nos chamou bastante a atenção foi a fala que Calvin afirmava:

"PARA ESTRAGAR O PRAZER, NADA COMO DESCOBRIR QUE FOI EDUCATIVO"

Esta colocação do personagem fez-nos refletir sobre a diferença entre:

INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO & TECNOLOGIA EDUCACIONAL

Na primeira expressão o termo informática limita as possibilidades que o digital pode nos apresentar, enquanto que nesta a palavra educação é bastante ampla e engloba diversas possibilidades. Na segunda expressão amplia-se a possibilidades relacionadas ao mundo digital quando apresenta-se o termo TECNOLOGIA, mas por outro lado englobou-se a ideia de tecnologia voltada à educação o que poda as múltiplas possibilidades que o mundo digital pode nos apresentar.

A critica realizada na colocação do personagem na estória de Calvin e Haroldo como foi visto acima demonstra como a tentativa de metodizar e dar a cara educativa ao que o mundo nos oferece de forma livre e prazerosa muitas vezes compromete o trabalho da escola que pode ser rotulado como desprazeroso e enfadonho como foi percebido na frase encontrada por Janine.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Inclusão digital

A diferença  de desenvolvimento tecnológico entre os "países de primeiro mundo" e os "países de terceiro mundo" é gritante. Esses conceitos que diferenciam as nações têm como elemento distintivo a produção de conhecimento na área tecnológica. Sabe-se que os países mais ricos são aqueles detentores da produção tecnológica, as mesmas que aprisionam os países mais pobres que terminam por não se inserir significativamente no mercado. E, consequentemente a sua população passa a ser refém da situação econômica em que seu país se encontra.


Surge então a questão da Inclusão Digital. Como avaliar o grau de inclusão digital de uma população? As pessoas possuem consciência; da existência deste termo? O que ele significa? O termo é bastante vago e não apresenta nenhuma sustentação cientifica. Observa-se então a inclusão digital como um movimento de articulação que que a parte da sociedade tem tomado consciência da importância desta questão e contribuindo de formativa para o desenvolvimento de nosso país.


Através de programas de mapeamento de desenvolvimento tecnológico o Brasil tem buscado através de alguns programas melhor entender o grau de utilização das novas tecnologias no país. Percebe-se então que a escola passa a ser um espaço estratégico para a inclusão digital e pensar as novas tecnologias de maneira formativa, educando as pessoas para esta realidade que nos cerca.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Escola e Reeducação

Através da leitura do texto O rossio não rival foi interessante perceber como a filosofia que valoriza o público em detrimento do privado é a questão chave na discussão de creative commons, software livres etc. A atitude de licenciar obras de forma aberta ao público, legalizando a utilização das mesmas é uma atitude de socialização da produção cultural e científico, possibilitando a expansão do conhecimento e consequentemente do desenvolvimento social. 

RIVAL  X NÃO RIVAL

Os bens rivais são caracterizados por: 

Serem utilizados por  um indivíduo, o que  impede [compete] a utilização de outro indivíduo de forma simultânea.

Os bens não-rivais são  caracterizados por:

Permitir a utilização simultânea por diversos indivíduos [sem competição]  

Como foi apresentado no texto a Língua Portuguesa é considerada como um bem não-rival. É notoriamente perceptível que a língua expande sua utilização e a utilização da técnica de escrita e leitura tem sido cada vez mais aproveitada em nossa sociedade através da introdução do aparato tecnológico digital. Partindo do princípio de que as escoals serão responsáveis por parte da inclusão digital de muitos alunos, temos de ter consciência e refletir sobre a importância da discussão sobre a utilização e difusão do conhecimento, de forma geral, e que assim como nossa língua , as obras que são resultado da produção humana também podem se desenvolver e criar grandes benefícios sociais a partir de sua livre utilização, respeitando os direitos daquele que produziu.





sexta-feira, 20 de maio de 2011

Software Livre e Inclusão Digital

Tomando como base a discussão da última aula podemos perceber como a ultilização dos Softwares Livres nas escolas pode ser utilizada como uma estratégia de Inclusão digital. Para isso é necessário a consciencia de que computadores em uma sala não garantem a verdadeira inclusão. A verdadeira inclusão digital nas escolas exige que os estudantes estejam imersos em discussões em que a temática do mundo digital esteja presente. Por outro lado, a utilização e compreensão das técnicas que utilizam e do envolvimento e aplicação de conhecimentos adquiridos na escola passem a fazer parte de seu cotidiano transformando seu aprendizado verdadeiramente significativo perante seu desenvolvimento socio-cognitivo.

 

Foi possível perceber também como as políticas públicas voltadas para o Software Livre se desenvolveram no nosso país apesar de todas as dificuldade e para conhecer um pouco mais sobre e assunto e estarmos mais informados sobre o que se passa nesta discussão busquemos mais informações no site do Governo Federal. Precisamos estar sempre atentos ao que repercute em nosso país sobre o assunto: EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO SÃO DIREITO DE TODOS!





quarta-feira, 18 de maio de 2011

Simulações

Há algumas semanas atrás me informei através de um noticiário que a ação realizada pelos Estados Unidos no intúito de encontrar Bin Laden foi resultado de uma simulação. A partir de imagens de satélite a casa em que o terrorista se encontrava foi scaneada e tais informações foram armazenadas em um sistema de dados através do qual as forças armadas americanas utilizaram na empreitada contra aquele que é um dos líderes da Al-Qaeda. As imagens possibilitaram que o exército criasse uma casa semelhante à mesma que Bin Laden se escondia e o exércíto passou determinado período simulando uma ação tática que funcionou como exercício da ação que tirou a vida do terrorista. Através deste LINK podemos ver um  vídeo que simula o traçado de uma pista de Fórmula 1 e através dela equipes, pilotos e amantes do esporte podem conhecer mais sobre o GP e suas características