Venha pra ficar!

Se não nos conhecemos, vamos nos conhecer. Vamos pensar, vamos começar: sejam todas(os) bem vindas (os)!!

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Conceitos

A partir da discussão em sala sobre os conceitos apresentados no livro "Cibercultura" de Pierre Levy percebemos como é importante o conhecimento desses termos para o desenvolvimento do nosso estudo. Assim como na Filosofia, na Matemática e na Biologia existem uma linguagens específicas que devem ser respeitadas. Embora a obra apresente a visão do autor ele baseia-se em conceitos sociamente estabelecidos pela comunidade que lida com as novas tecnologias. Então falar sobre cibercultura, virtual e EAD em Salvador, Santos, Paris ou em Tóquio representa a mesma temática mesmo que intepretadas por culturas diferentes. O moodle apresenta um tópico específico chamado "novos termos" com a finalidade de socializaçao esses termos hoje tão utilizados e enriquecendo o estudo sobre a temática.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Quadrinhos

           Gosto bastante de Histórias em Quadrinhos e por isso resolvi trazer algumas informações interessantes relacionando suas estórias com o conteúdo relacionado a imagem e linguagem e consequentemente com as novas tecnologias. Para descontrair vamos a uma tirinha:


 Antes de o cinema ser conhecido como “Sétima Arte” existia além dele mais seis manifestações conhecidas por sua grande importância. Não havendo hierarquia entre elas, a atribuição de “postos importantes” para tais manifestações artísticas culturalmente reconhecidas marcam o estudo das mesmas. As Sete Artes são classificadas por Canudo (2005) segundo seus elementos básicos constituintes. São elas a Música (Som), Dança (Movimento), Pintura (Cor), Escultura (Volume), Teatro (Representação) e, Literatura (Palavra).
Ricciotto Canudo apresenta o cinema como “Sétima Arte”, pois integra as seis anteriores. Além das sete foram acrescidas mais duas manifestações artísticas: consideradas como oitava e a nona arte, a fotografia e as histórias em quadrinhos ganharam, respectivamente, maior destaque no mundo artístico. Há aqueles que consideram os vídeo-games como a décima arte e a arte digital como a décima primeira, dada a grande evolução e importância tecnológica na atual sociedade. Nesta nova realidade as histórias em quadrinhos também têm sido bastante privilegiadas, embora seja uma antiga invenção.

Moodle

Em meio a pesquisas sobre o Moodle e sua utilização encontrei este vídeo super interessante que traz um panorama geral das funcionalidades deste software. Ele utiliza uma linguagem bem simples, explicando como o professor pode utilizá-lo e dá algumas dicas de como iniciar o trabalho com o mesmo. Parece ser interessante e instiga a busca por maiores conhecimentos sobre a EAD, é muito bom! Vale a pena assistir:

video

sexta-feira, 22 de abril de 2011

A Guerra: combustível da Ciência!!




A empresa SA Photonics acabou de anunciar um sistema de visão digital noturno. Este equipamento que permite que pilotos realizem voos noturnos é mais uma criação tecnológica elaborada a favor das forças armadas. Chamado de High Resolution Night Vision System (HRNVS). Apesar da aparencia estranha que o objeto dá ao piloto é algo bastante útil àqueles que precisam realizar missões à noite. Além disso, um sitema de captação de imagens permite que o piloto tenha no visor maior ângulo de visão permitindo manobras mais seguras.

 Através dessa novidade podemos perceber como os artefatos de guerra são muitas vezes uma fagulha para o desenvolvimento de novas criações tecnologicas que vêm a mlehorar nosas vidas. O exemplo citado do HRNVS é apenas o princípio de algum tipo de equipamento que no futuro pode auxiliar na visão de motoristas e mergulhadores no futuro. Ou sabe-se lá o que podem inventar daqui a algum tempo. Os celulares são um exemplo de produto relacionado a equipamentos de guerra que veio a ser bastante utilizado pro toda a sociedade.

domingo, 17 de abril de 2011

Imagens Virtuais são Mosaicos Modernos!!


A imagem é uma palavra única, porém carregada de significados. Pode estar relacionada ao desenho de uma criança, um quadro, grafite, logotipos, imagem mental etc. Segundo Joly (1996), embora seja grande a diversidade de significações os diversos usos são bem compreendidos nos diferentes contextos. Para a autora a imagem: 

indica algo que, embora nem sempre remeta ao visível, toma alguns traços emprestados do visual, de qualquer modo, depende da produção de um sujeito: imaginária ou concreta, a imagem passa por alguém que a produz ou reconhece. (JOLY, 1996. p.13)


Neste último sábado (16) no clássico entre Real Madrid e Barcelona (equipes do futebol espanhol) foi demonstrado um espetáculo artístico no Santiago Bernabéu. A torcida do maior clube do mundo apresentou uma imagem belíssima em que um mosaico gigante com o símbolo da equipe encheu os olhos dos espectadores. Cada torcedor foi responsável por levantar uma placa colorida que no conjunto foi responsável por compor a imagem por inteiro. A formação do grande mosaico me lembra a composição de uma imagem virtual composta por PIXELS

(clique sobre a imagem para visualizar)

A palavra pixel que é uma fusão entre duas palavras (Picture + Element) foi criada para representar um elemento de imagem. [obs.: Pix é uma abreviatura da língua inglesa que significa Picture, ou seja, IMAGEM).

A formação do mosaico apresentado pela torcida do Real Madrid assemelha-se à composição de uma imagem virtual presente na tela de computadores. A imagem em si, apresenta-se como o mosaico e as pequenas placas que compõem o todo seriam os Pixels que de forma bastante específica dá tom ao todo.

Curiosidades:
Nos monitores coloridos os pixels são compostos por um conjunto de 3 pontos de cores azul, vermelho e verde. Em alguns casos um pixel pode exibir 256 tonalidades diferentes.

Referências:

JOLY, Martine. Introdução à Análise da Imagem. Campinas: Papirus, 1996
<http://pt.wikipedia.org/wiki/Pixel>


quinta-feira, 14 de abril de 2011

2001 - Uma Odisséia no Espaço



O filme, que no original foi intitulado como A Space Odissey apresenta como o homem há milhares de anos tem desenvolvido diversas técnicas a fim de garantir sua sobrevivência.  A hisrória se desenvolve a partir do aparecimento de um misterioso monolito negro que dá sinais da existência de outra civilização interferindo na dinâmica do planeta Terra. Milhões de anos depois astronautas, já no século XXI, é enviada ao planeta Júpiter, o maior do sistema solar a fim de investigar o enigmático artefato apresentado no início do filme. A nave interplanetária chamada Discovery que é controlada por computadores é o veículo utilizado nesta aventura. Em meio à viagem interplanetária o computador  apresenta problemas tentando eliminar os tripulantes do voo. 

Assisti esse filme a alguns anos atrás, embora tenha sido lançado no ano de 1968 apresenta uma dinâmica que nos convida a pensar sobre as tecnologias e o futuro que hoje nos é  presente e que põe em questão algumas colocações de nossa colega Ana Cristina no Moodle: http://www.moodle.ufba.br/mod/forum/discuss.php?d=69385 


Acima o Trailer do filme! Não consegui encontar nenhum com legenda, mas a forma com que ele é construido demonstra como a décadas atrás imaginava-se o nosso futuro e como vivemos muito daquilo que nos foi apresentado pela ficção.

Vale a pena participar da discussão.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Internet Explorer 9 x Mozilla Firefox 4: Quem ganha essa batalha?



O site da techtudo.comapresentou em seu site nesta quarta-feira (13) a "disputa" entre estes dois navegadores de grande utilização em escala mundial. Embora suas funções sejam semelhantes suas especificidades conquistam o público internauta de maneira semelhante. Há aqueles que preferem a invenção da Microsoft Windows o Internet Explorer 9 pela confiança que possuem no aplicativo que chegou a ser utilizado por 95% dos usuários da internet. O Firefox 4, projeto da fundação Mozilla foi lançado em 2004 e por ter como grande característica a ampliação de funcionalidades a diversos sistemas operacionais vem ganhando cada vez mais espaço no mercado. Achei interessante apresentar essa comparação. Através dela podemos observar a diversidade de softwares que podemos utilizar em nossas atividades. A escolha de cada programa depende do que temos como ideal de utilização e por isso observar o que é mais eficiente para nós. No site mencionado o título da disputa ficou nas mão do Mozilla Firefox como pode ser visto através do link abaixo:


Agora é com vocês, DECIDAM QUAL O VENCEDOR!

domingo, 10 de abril de 2011

Revista Gregory (MODA)


Após leitura de um texto promocional da Revista Gregory percebeu-se como a questão cultural está intrinsecamente ligada à produção tecnológica de nossa sociedade. Em rápida análise de conteúdo realizada no texto da mídia percebeu-se que esta marca que trabalha com moda possui um discurso que coloca a elegância e o reconhecimento social da mulher como o ponto chave para as vendas de seus produtos. Para a Gregory vestidos, blazers e casacos não são apenas roupas. Seus produtos que significam, são construídos para valorizar formas, atitudes e elementos culturais presentes na vida da mulher brasileira, que embora viva em um país tropical (onde o sol é o “artista principal”) busca o charme que as estações mais frias do ano apresentam em termos estéticos. Debruçar-se sobre uma técnica no sistema em que vivemos vai além de suprir necessidades humanas. A produção técnica resultante da ciência e a desenvolvimento da mesma a partir dos artefatos humanos produzidos a partir de suas necessidades demonstra como a atividade cognitiva humana se desenvolve gradativamente em busca do alcance de novos conhecimentos e construção de novos produtos. [leia-se produto como aquilo que é resultado de qualquer atividade humana]
A análise realizada em texto da Revista Gregory constatou que mais de 1/4 das palavras presentes no texto estão relacionadas a questões culturais, isso foi feito na tentativa de convencer o público feminino de que roupa não pode ser qualquer uma, e que por isso seu produto possui grande diferencial perante as outras marcas relacionadas à moda. Além do conforto e elegância que todas as outras marcas oferecem a Gregory é capaz de “entender” as necessidades da mulher que não busca nos produtos apenas a satisfação.
O mercado tem atuado destacando o diferencial, o valor simbólico dos produtos. Aquilo que está agregado à marca é que diferencia produtos tão semelhantes. A partir desta constatação percebe-se que além das conhecimentos que se concretizam em técnicas materializadas hoje podemos chamar a atenção para as técnicas utilizadas para melhor conhecer a subjetividade humana. Estas estão sendo bastante utilizadas na busca por maiores conhecimentos sobre como vender e melhor oferecer produtos aos consumidores.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Justiça

Por mais racionais que tentemos ser, acredito que em determinados momentos não há argumentos, não há ciência, não há explicações, não há respostas...não há respostas para certas questões que a vida nos apresenta. O fato ocorrido neste 07/04/11 ficará marcado em minha memória para sempre. Quando imagino aqueles que vivenciaram tal brutalidade sintome triste, de mãos atadas sem poder fazer nada para mudar uma realidade que está dada. Nosso mundo cruel em que crianças são fuziladas, abusadas, e abandonadas. Onde é que queremos chegar com um país neste estado? DOENTE! Lutemos e acreditemos que o poder de mudança está em cada um de nós e que se uma grande revolução social nos parece tão distante, ao menos acredite: um sorriso pode mudar uma vida para sempre...

sexta-feira, 1 de abril de 2011

O futuro

O futuro "está em nossas frentes", entretanto talvez não estejamos sendo rápidos o suficiente para dar conta de tantas novidades. A Educação também está deixando a desejar neste aspecto. Escolas com profissionais com mentalidades tradicionalistas exigem que as coisas funcionem como a  dois séculos atrás. Como viabilizaresmo a cronstrução de uma sociedade informatizada onde nem mesmo os seus componentes encontram-se alimentados? Pensar a educação vai muito além de refletir sobre questões filosóficas e métodos de ensino. Pensar a realidade de nosso país requer planejamento. Formação de cidadãos e não apenas de consumidores de um sistema excludente em que as oportunidades são escassas.